Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A mãe não dorme

Mãe que não dorme e que vai trabalhar todos os dias com outros filhos, os alunos! Professora contratada, eternamente contratada! Subscrevam o blog e vamo-nos lendo por aqui!

Mãe que não dorme e que vai trabalhar todos os dias com outros filhos, os alunos! Professora contratada, eternamente contratada! Subscrevam o blog e vamo-nos lendo por aqui!

A mãe não dorme

29
Out20

Alunos com NEE "expulsos" da escolas aos 18 anos


Vera Garcia

https://www.jn.pt/nacional/deficientes-expulsos-do-sistema-aos-18-anos-12881360.html?fbclid=IwAR1hKzD2JJ5m9rxzlT1s9YRc0KCle6mlNyJHH9-h5RwdzR23DHvh0-ACViA

https://www.facebook.com/A-mãe-não-dorme-100334938526687/
Esta notícia é do início do mês de Outubro, mas não é isso que interessa. O que realmente importa frisar é que os jovens com Necessidades Educativas Especiais de carácter permanente, ou seja, para o resto da vida deles e das suas famílias, são obrigados a deixar a escola e ficam completamente ao abandono por parte deste estado de direito, do governo ou do que se pretenda chamar, entregues às suas próprias famílias, quando têm a sorte de as ter. Na escola, estes jovens beneficiam de terapias e de acompanhamento especializado por parte de professores de educação especial e de técnicos das mais diferentes valências. Entre outras, falo de jovens com autismo, paralisia cerebral, etc. Alguns, se não a maioria, são provenientes de famílias que não têm suporte financeiro para pagar a uma instituição que os acompanhe dignamente e que não os deixe regredir nos poucos mas tão importantes passos que conseguiram dar na sua autonomia, na sua estimulação cognitiva, motora, sensorial. Na maioria dos casos, há um elemento do agregado familiar que deixa de trabalhar para poder acompanhar o seu filho ou filha, em casa. Vivem/sobrevivem com dificuldades. Estes jovens são, mentalmente, crianças. No entanto, são adultos fisicamente e os seus pais e avós envelhecem também e, a força física e psicológica que existia outrora, começa a dissipar aos poucos. Instala-se a angústia, o despero, o cansaço mas ao mesmo tempo o amor por eles nunca diminui. Só a preocupação é que aumenta. A preocupação e a angústia de os imaginar, daqui por uns anos, neste mundo, quando os seus avós e os seus pais já cá não estiverem. O que será deles? Alguém se preocupa com eles??? Eu vejo milhões serem enterrados nos cofres e bolsos de corjas que nos vão chupando até ao tutano e depois...onde há para quem realmente precisa? Por que é que nunca há? Por que é que se admite que haja um corte frio e seco, aos 18 anos, entre a Escola e a Vida Activa destes jovens? E, depois, há os subsídios da treta, que não chegam para a alimentação, vestir, calçar, pagar terapias tão essenciais para a qualidade de vida deles e das FAMÍLIAS. Falam-se em reformas disto e daquilo, mas não se fala numa ponte, numa continuação de apoio e de suporte a estas pessoas e às suas famílias para o resto da vida. A diferença continua a ser escondida e ignorada e os dias passam, sempre iguais para aqueles que nunca podem, pois não nasceram em berço de ouro.

28
Out20

O meu tempo não é o teu tempo


Vera Garcia

O meu tempo não é o teu tempo. É que isto, do tempo, é mesmo relativo. Vejam lá... esta noite deitei-me à hora do costume, que peca sempre por ser tardia. Deitei-me com a certeza de que, dentro de um par de horas estaria acordada a dar colinho à minha corujinha. Mas não. Por milagre dos Deuses do Olimpo, este meu passarinho dormiu toda a noite e a noite levou tanto tempo a passar...que estranho...continuei a acordar de hora a hora ou, mais ou menos...afinal ainda são duas...afinal ainda são três...que bom...dormir mais bocadinho...olha, ainda são quatro...! O tempo é relativo...desde a hora a que me levanto para despachar-me a mim e à pintassilga, o tempo passa em velocidade supersónica! Meto-me no carro, acelero, os camiões aparecem sempre inoportunamente e aquela senhora do citroen vermelho velhinho que ia à minha frente, a 50 à hora, certamente não tinha o mesmo tempo do que eu! O meu estava a passar horrivelmente depressa, o dela corria devagar, tão devagar...

27
Out20

Chegar a casa


Vera Garcia

Apetece-me escrever, mas não sei bem o quê...tenho o cérebro demasiado cansado, de não dormir decentemente e de trabalhar e pensar a mais para as capacidades que lhe restam desde sábado (última noite que dormi). Há algo de mágico e apaziguador no regresso a casa. Assim que cheguei à minha terra, querida Vendas Novas, cheirou-me a casa. Vendas Novas é como eu...é de passagem e só quem a ama verdadeiramente consegue lá criar raizes e...ficar. Gosto das viagens... dão-me tempo para pensar. Vejo os pássaros, as árvores a balouçar ao vento, os carros que passam, o pensamento evade-se. Lembro-me de quando era pequena, o meu pai estar horas dentro do carro a ouvir as k7s dele dos anos 60 e aquele rock velhinho ou as baladas das matinés...agora percebo porquê. Gosto das viagens de regresso...dão-me tempo para fugir, até chegar a casa e começar de novo. Só mais quinze minutos...e levanto-me.

20201027_165354.jpg

 

26
Out20

Olhos...puros


Vera Garcia

17h.30m, a caminho de casa: Mãe, por que é que o céu está cor de rosa e amarelo? Filha, porque o céu quis fazer-te uma surpresa! Então, vestiu um vestido da festa, com folhinhos cor de rosa e amarelos, fofinhos como as núvens...
Margarida: Que lindoooo...obrigada Céu, do fundo do meu coração 😊

26
Out20

Coisas de...criança 😍


Vera Garcia

Mãe, onde estão a Manu, a Filó e a Ádiiiina?? Estão em casa, filha. A fazer o quê? A descansar filha, a tomar banhoca, a lanchar...! Huuuummm...percebi!!! Olha, a kiki hoje fez muitos desenhos! Ai sim filha? Então desenhaste o quê? O maaaar, as núvens, o sol, os patinhos e as galinhas! Galinhas? Sim, mãe! As galinhas foram à praia molhar os pézinhos, com o galo! Também merecem! ...
Pronto...🙄

26
Out20

A avespa que se lhe espetou nas molejas!


Vera Garcia

Esta noite foi do caraças! Madmoiselle resolveu moer-me a noite inteira e não dormiu, nem deixou dormir! Na cama dela, nem pó! Foi para a minha...o pai saltou! Enfim...mais do mesmo! Mas vocês estão a perguntar por que raio é que espetei aqui uma fotografia do Compal! Acho mesmo é que a Compal podia ser minha amiguinha e dar-me uma prenda no Natal! Ah, bolas, não sou blogger importante! A verdade do Compal é esta: não dormi, a manhã foi um caos miserável e não tomei o pequeno almoço para chegar a horas à escola. Dói-me a cabeça para caraças mas...há o Compal de pêra, que me faz feliz! Enquanto estava aqui sentada a respirar sem máscara, ouvi uma história de um senhor velhote que se sentou aqui ao lado..."ehhh pá, palavra de honra, que nunca vi um hóme tã mal! O hóme tava de boca aberta, entrou-se uma avespa pelas goelas, picou-se-lhe as molejas lá pra dentro e o hóme, coitado, ficou todo inchado! Quase que morria, coitado, se nã lhe tivessem enfiado com uma agulha pelas veias adentro! Benza a Deus!"...
Querem escrever? Vão ao café...vou beber um! E vou trabalhar! Beijinhos 😘

FB_IMG_1603729441328.jpg

 

23
Out20

Não há receitas para dormir, nem verdades universais


Vera Garcia

Quando pensei em fazer esta página e o blog d'A mãe não dorme, a intenção não foi escrever unicamente coisas sobre maternidade, especialmente acerca da privação de sono. Até porque...o título é meio metafórico... No entanto, algumas pessoas que me seguem por aqui são mães e não dormem. Um dia destes estava a ler um pedido de ajuda de uma mãe que sofria porque o bebé dormia toda a noite mas, durante o dia, nas várias sestas que fazia, só conseguia dormir no colo, impossibilitando a mãe de fazer qualquer tarefa em casa. Digo-vos, sofrer é não dormir de noite! É à noite que o nosso corpo precisa de repouso absoluto, para recuperar energias! Ter filhos é tremendo para quem tem mania das limpezas e para quem tem comichões com as arrumações. Filhos e casa limpa e arrumada são conceitos que não se dão uns com os outros! Muitas vezes pedem-se conselhos, estratégias, mezinhas para pôr a criança a dormir de uma vez, sem ser ao colo, sem ser agarrada às ditas cujas, etc. Lamento informar, segui todas as dicas dadas como se fossem verdades universais e falharam todinhas! Aprendi a dar tempo ao tempo e, ainda hoje, três anos depois, espero que esse tempo chegue, totalmente. Se quer colo é porque precisa de sentir a mãe ou o pai. Simples, assim. Ah e tal, o colo vicia. Vicia nada! Treta! Se não for agora, é quando? Que faz doer os braços e a espandilose toda? Ah pois faz, mas nada a fazer! Ah e tal e o andar? E o falar? Tem 1 ano e ainda não faz nada disto! A minha filha começou a andar aos 17 meses, perto do Natal, no meio da loja dos meus sogros, assim, do nada...e o falar? Foi quase a mesma coisa! Hoje, com três anos, fala que se farta, tem muitíssimo vocabulário e é altamente expressiva. Não a estimulei em demasia. Ofereci-lhe livros, contei-lhe histórias. Os avós, a mesma coisa.
Não dormir é lixado! Tira-nos anos de vida e tira-nos a vontade, mas não há receitas. Há esperar, apenas. De facto, o que cansa não é dar banhos, fazer comeres, vestir, calçar, lavar, como dizia a minha cunhada, ontem. O que cansa é não dormir! E quanto a isso, nada a fazer, a não ser aguentar. Há de melhorar...quando a criança quiser! Na verdade, elas é que mandam nisto...ou em quase tudo!
A foto tirada é do candeeiro do meu quarto, tantas noites acesas, horas a fio...mas agora preguei uma mentira e disse à madmoiselle que tenho dói-dói nas pernas e que tenho que estar aqui muito sossegadinha!!! É sexta-feira e nada paga chegar a casa, tomar banho, enfiar o pijama piroso e enfiar-me uns minutos na minha rica caminha!... Pronto, já chega, vou dar-lhe o jantar!...

IMG_160347692692F.jpg

 

21
Out20

Um arco-íris envergonhado


Vera Garcia

As fadas levantaram-se muito cedo e teceram timidamente um manto colorido no céu. O que elas não sabiam é que as núvens, aborrecidas, resolveram juntar-se e choveram os seus lamentos numa manhã de Outono...

20201021_091731.jpg

 

20
Out20

COMPAL - O MELHOR DE PORTUGAL


Vera Garcia

Não , não sou uma blogger conhecida, sou uma Vera Maria qualquer mas, se fosse, aposto que a Compal me iria oferecer uns pacotinhos de sumo de pêra, pêssego e laranja!!!! As mãezinhas de kikis que se recusam a tomar xaropes, gotas ou o que quer que seja de remédios de certeza, absolutinha, que têm um profundo amor à Compal! COMPAL obrigada do fundo do meu coração!!! És o melhor de Portugal!!!!

Gostam do slogan? Direitos de autor da Vera Maria 🤣🤣🤣🤣🤦‍♀️

Amanhã não me digam nada! Sim? Vá...a noite vai ser de disco night!!!! F...!

20
Out20

Era uma escola linda, linda, numa floresta encantada!


Vera Garcia

Era uma vez uma escola, tão esquecida, tão esquecida, que tem um telhado, tem tudo, e buracos também! Ali todos são convidados e a chuva também! Como somos acolhedores, pomos a mesa e os alguidares, no chão, não vá a chuva lavar a tijoleira gasta. Esta escola é linda, tão linda e não há igual! É pequenina, redondinha, tem arcos e uma cozinha! Tem um jardim tão grande, de perder de vista. São árvores gigantes, frondosas e exuberantes! Esta escola, que é linda, linda e não há outra igual, está plantada com as flores e as árvores de uma floresta encantada! Uma pequenina cerca deixa entrar perninhas a correr e a saltitar por aqui, por ali! Agora vem o inverno e há lareira na pequenina escola, mas o fumo tocado a vento inunda a salinha e não pode ser, que é perigoso! Toc, toc, toc, toc, cai a chuva em gotinhas, salpicadas no alguidar. Batem os dentes, mas que frio, e os dedos dos pés encolhem dentro dos sapatos molhados nas ervas. Mas esta escola que é linda, linda e esquecida, tem três aquecedores que se esforçam, coitados, para aquecer as perninhas e as mãos pequeninas! Não tem ar condicionado, mas tem boa vontade e é arejada, muito arejada! Tem grandes janelas redondas e verdes, como o verde dos campos da floresta encantada e deixa passar o ar frio e gélido do inverno, porque a Natureza deve ser sentida, com todos os sentidos! 

Srs Presidentes de Câmara e Ministério da Educação,  as escolas do interior são especiais, têm crianças lá dentro e estão votadas ao abandono! Não as deixem morrer!

Não publico uma foto, deixo a vossa imaginação fazer a imagem...

Pág. 1/3

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub