Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A mãe não dorme

Mãe que não dorme e que vai trabalhar todos os dias com outros filhos, os alunos! Professora contratada, eternamente contratada! Subscrevam o blog e vamo-nos lendo por aqui!

Mãe que não dorme e que vai trabalhar todos os dias com outros filhos, os alunos! Professora contratada, eternamente contratada! Subscrevam o blog e vamo-nos lendo por aqui!

A mãe não dorme

19
Dez20

Para o futuro e não para o umbigo, Vendas Novas


Vera Garcia

4733709.jpg

 

A política, há muito, que deixou de fazer sentido para mim, porque sou utópica. O mundo não está para os utópicos, esses sonhadores que só lhes interessa realmente o bem comum, que não precisam da política para comer, que estudaram, trabalharam e têm uma profissão. O mundo está virado para jogos de poder, sem regras, um vale-tudo. Pergunto-me onde fica a inteligência, o mérito, o trabalho. Desviam-se atenções para o que se vende, para o que dá assunto de conversa à hora do jantar e vê-se o jogo na televisão, sempre em contra-ataque, sempre...desviam-se atenções e, no prato, consomem-se a mediocridade do ataque, da mesquinhez, dos recalcamentos, da competição desenfreada para ver quem chega primeiro, quem fica por cima...desviam-se atenções do ponto fundamental, agora, nesta terra, como em todas as outras deste Portugal, que é maior do que Vendas Novas: há pessoas doentes, pessoas que irão adoecer, que precisam de cuidados e de ajuda, há a restauração que precisa de ajuda, há o comércio local que precisa de ajuda, há o vizinho do lado que precisa de ajuda. Mas a infantilidade leva a que a táctica do contra-ataque se sobreponha ao que realmente é importante. Aquela velha frase de que, para criticar, há tantos! Para fazer, quase nenhuns. Quase sempre o silêncio é sinónimo de inteligência, mas as pessoas gostam de ruído...alimenta-lhes o assunto. E, depois, ouvem-se ruídos completamete desconcertantes...sempre ouvi dizer que, se não tiveres nada de positivo ou interessante para dizer, remete-te ao silêncio. Pois bem, seria tão importante fazermos dieta de maledicência ou de comentários que nada acrescentam ou contribuem para o bem geral das pessoas. A fila para criticar é longa. A fila para fazer é tão curta. Este bric-à-brac de converseta que, de política,  não tem nada, é perfeitamente evitável. Desnecessário. Cuidemo-nos uns aos outros e deixemos de ser uma espécie de Correio da Manhã.  

 

Imagem retirada do google.

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub